Confira os exames que realizamos!

AMILASE

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de pancreatite, parotidites e macroamilasemia.

Valores aumentados: pancreatite agudas (inicio 3-6 horas, o Pico de 20-30 horas, 48-96 horas Duração), obstrução pancreática, trauma pancreático, Cancro pancreático, biliares obstrução, infarto do miocárdio, perfuração intestinal, peritonite, Gravidez ectópica , cetoacidose diabética, Alguns Tumores pulmonares OU ovarianos, queimaduras, Insuficiência renal (POR NÃO falha clearence), parotidites Infecciosas e NAO infecciosas, obstrução de Glandulas salivares, calculose salivar.

Diminuídos Valores: Crônica pancreatite, cirrose, pancreático Câncer em Estágio Avançado, cirrose e toxemia da Gravidez.

Interferentes: ácido aminosalicílico +, asparaginase +, azatioprina +, colinérgicos +, opiáceos +, corticosteróides +, furosemida +, contraceptivos orais +, rifampicina +, tiazídicos +, alcool +, RECENTES cirurgias Próximas Ao pâncreas +, úlcera perfurada +, macroamilasemia + , barbituratos -, arsénico -, Procedimento odontológico récente, Contaminação da Amostra com fomitos bucais Fazer coletador, Paciente OU técnico.

ACIDO ÚRICO

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de gota, Destruição celular excessiva, falha renal, uremia pré-renal, metabólicos Alguns Defeitos.

Aumentados Valores: em Processos de aumento de Síntese de nucleoproteínas, catabolismo, OU diminuição na excreção do ácido úrico renal; Gota, Insuficiência renal, mieloproliferativas Doenças (leucemias, linfomas, mielomas, policitemia), psoríase, síndrome de Lesch-Nyhan, POR nefropatía Chumbo, Doença de Estoque Fazer colágeno tipo I, Infecções, hipotireoidismo, hipoparatireoidismo, hiperparatireoidismo, diabetes insipidus nefrogênica, acidose láctica e diabética, toxemia da Gravidez, aumento de Risco cardiovascular, Risco de litíase renal.

Diminuídos Valores: síndrome da secreção inapropriada do Hormônio diurético, Deficiência da enzima xantina oxidase, síndrome de Fanconi, Doença de Wilson, Doenças neoplásicas causadoras de aumento de excreção renal, hepática Doença severa, porfiria intermitente, diabetes idiopática e familiar.

Interferentes: Agentes quimioterapêuticos +, diuréticos +, + etanol; Ácido nicotínico +, salicilatos (baixa dosagem de +, a Alta dose de -), teofilina +, purinas de na dieta (rica +, pobre-), alopurinol -, grupos étnicos Alguns possuem níveis altos MAIS (p ex, filipinos + ..), sexo, Idade, Função renal, ácido ascórbico -, azatioprina, corticosteróides, furosemida, indometacina, levodopa, mercuriais, metotrexato, metildopa, fenitoína, prednisona, probenecid, vincristina, desnutrição +, + estresse.

ANTI HCV

Jejum: Não necessario

Hepatite C

Transmissão: compartilhamento de Agulhas contaminadas, Transfusão sanguinea, transplante de Órgãos, se uso de materiais esterilizados NÃO (tatuagem, piercing, acupuntura). Transmissão perinatal e atraves da Relação sexual, ocorrem also, mas com menor Frequência.

Período de Incubação: 6 a 7 Semanas.

A Presença de Anti-HCV, indica o Contato com o vírus, SEJA OU, Não É marcador de Imunidade, e sim de Doença. This Condição PODE Ser confirmada COM MÉTODOS posteriores (RIBA, PCR RNA-Quantitativo / qualitativo e biópsia) e correlacionada com Dados Clínicos e de Função hepática.

Cronificação: PODE-se avaliar uma enzima hepática ALT, parágrafo VerificAR se há cronificação ou Não da Doença.

This Condição PODE Ser confirmada COM MÉTODOS posteriores (RIBA, PCR RNA-Quantitativo / qualitativo e biópsia) e correlacionada com Dados Clínicos e de Função hepatica

AGHBS (ANTÍGENO AUSTRÁLIA)

Jejum: Não necessario

Uso: E o antígeno de superficie (Austrália) Fazer vírus da hepatite B. Torna-se detectável 2 a 8 Semanas apos inicio da Infecção, Duas Semanas hum SEIS Antes das alterações da ALT e Duas Semanas a cinco pingos dos Sinais e síntomas. Ocasionalmente, PODE Ser detectado APENAS APOS 12 Semanas. Nos Casos Agudos e auto-limitados, o HBsAg usualmente desaparece em 1 a 2 Meses apos inicio dos síntomas. Persistência Fazer HBsAg POR Vinte Semanas Apos hum Infecção primaria prediz Persistência de positividade indefinidamente. Em Termos Práticos, SUA positividade ESTÁ Associada com infecciosidade, estando Presente NAS Infecções aguda OU Crônica Cabelo HBV. Um resultado de HBsAg positivo DEVE sempre Ser Confirmado e complementado com OS Outros Marcadores de Infecção. DEVE-SE considerar, AINDA, a detecção de HBsAg positivo transitória APOS Vacinação.

ASLO

Jejum: Não necessario

Uso: Diagnóstico e Avaliação de Processos Infecciosos POR Streptococcus fazer grupo A (principalmente S. pyogenes); diagnóstico e Avaliação de febre reumática e glomerulonefrite aguda. A estreptolisina O E UMA CAPACIDADE proteína de hemolítica, Produzida Pelos estreptococos do grupo A. Em indivíduos infectados POR Estes Organismos, ESTA proteína antígeno Como idade, elicitando RESPOSTA imune do Paciente. Os Títulos iniciam SUA Ascensão em cerca de 7 dias, atingindo picos EM cerca de 14-30 dias. Na ausencia de Complicações OU reinfecção, Estes Títulos decrescem a níveis pré-Infecção em cerca de 6-12 meses. E Possível o Encontro de Situações falso-Positivas, mas, EM GERAL, testículos com Títulos Elevados estao Associados um Processos Infecciosos vigentes OU POR Passados ​​estreptococos, or Quadros de glomerulonefrites pós-estreptocócicas e febre reumática. Em Casos com Suspeita clínica e Títulos NÃO Reagentes UO diminuídos, E recomendável fazer um teste Repetição em periodos de Duas Semanas de Quatro. Títulos persistentemente Elevados PODEM Estar Associados um estado de portador estreptocócico sem Associada patologia.

- Uso: E o antígeno de superficie (Austrália) fazer vírus da hepatite B. Torna-se detectável 2 a 8 Semanas apos inicio da Infecção, Duas Semanas um SEIS Antes das alterações da ALT e Duas Semanas a cinco pingos dos Sinais e síntomas. Ocasionalmente, PODE Ser detectado APENAS APOS 12 Semanas. Nos Casos Agudos e auto-limitados, o HBsAg usualmente desaparece em 1 a 2 meses apos inicio dos síntomas. Persistência fazer HBsAg POR Vinte Semanas Apos um Infecção primaria prediz Persistência de positividade indefinidamente. Em Termos Práticos, SUA positividade ESTÁ Associada com infecciosidade, estando Presente NAS Infecções aguda OU Crônica cabelo HBV. Um resultado de HBsAg positivo DEVE sempre Ser Confirmado e complementado com os Outros Marcadores de Infecção. DEVE-SE considerar, AINDA, a detecção de HBsAg positivo transitória APOS Vacinação.

BETA HCG

- Uso: O HCG E UMA glicoproteína Composta de 2 sub-unidades (Alfa e Beta). O Beta HCG E Sensível o Bastante parágrafo detectar Uma Gravidez normal, como vezes, tao Cedo Quanto apos 7 dias da Implantação, embora O Mais Seguro SEJA 15 dias apos a Implantação. DEVE-SE mente ter em, no entanto, that Variações São observadas Quanto Ao Prazo habitual da implantção e that uma detecção do beta-HCG PODE sofrer Interferências da Metodologia utilizada e da Presença rara, mas Possível dos Anticorpos heterofílicos. ESTA aumentado na Gravidez, coriocarcinoma, mola hidatiforme e neoplasias de celulas germinativas dos Ovarios e testiculos.Também PODE Ser quantificado parágrafo Realizar-se Controle de fertilização. Estar PoDE Pouco Elevado na Gravidez ectópica e na Gravidez de Risco (Risco de aborto) QUANDO OS níveis PODEM CAIR progressivamente.

- Uso: E o antígeno de superficie (Austrália) fazer vírus da hepatite B. Torna-se detectável 2 a 8 Semanas apos inicio da Infecção, Duas Semanas um SEIS Antes das alterações da ALT e Duas Semanas a cinco pingos dos Sinais e síntomas. Ocasionalmente, PODE Ser detectado APENAS APOS 12 Semanas. Nos Casos Agudos e auto-limitados, o HBsAg usualmente desaparece em 1 a 2 meses apos inicio dos síntomas. Persistência fazer HBsAg POR Vinte Semanas Apos um Infecção primaria prediz Persistência de positividade indefinidamente. Em Termos Práticos, SUA positividade ESTÁ Associada com infecciosidade, estando Presente NAS Infecções aguda OU Crônica cabelo HBV. Um resultado de HBsAg positivo DEVE sempre Ser Confirmado e complementado com os Outros Marcadores de Infecção. DEVE-SE considerar, AINDA, a detecção de HBsAg positivo transitória APOS Vacinação.

CÁLCIO

Jejum: Não necessario

Uso: O cálcio encontra-se ligado às proteínas (47%) e livre (43%). A hipercalcemia é encontrada no hiperparatireoidismo, algumas neoplasias com ou sem metástases ósseas, mieloma, desidratação, hipervitaminose D, síndrome de imobilidade, hipertireoidismo, hepatopatias, insuficiência renal, sarcoidose, linfoma, uso de diuréticos e estrôgenos. Níveis baixos de cálcio são encontrados na osteomalacia, pancreatite, hipomagnesemia, hipervolemia, má absorção, dificiência de vitamina D, diminuições da albumina e em situações que cursam com fósforo elevado (insuficência renal, hipoparatireoidismo). Níveis críticos de cálcio total são aqueles inferiores a 6 mg/dL e superiores a 14 mg/dL. Na interpretação dos valores normais deve-se levar em conta níveis de albumina. Hemólise pode elevar seus resultados. A dosagem do cálcio iônico evita as distorções causadas pelas variações dos níveis da albumina.

COLESTEROL TOTAL

Jejum: 10 Horas

Uso: O colesterol E o diretor lipídeo Associado a Doença vascular aterosclerótica. TAMBEM E Utilizado na Produção de Hormônios Esteroides, Ácidos biliares e na Constituição das Membranas Celulares. Seu metabolismo se da não Fígado, Sendo transportado há lipoproteínas POR sangue (70% de LDL POR, 25% POR HDL e 5% POR VLDL). A Avaliação do Risco cardiovascular Engloba O colesterol total de frações e triglicérides, SUAS, subfrações das lipoproteínas, apolipoproteínas A1 e B100, lipoproteína (a), proteína C reativa ultra-Sensível e homocisteína.

COLESTEROL HDL

Jejum: 10 Horas

Uso: Avaliação de Risco cardíaco; diagnóstico e monitoramento de Estados dislipidêmicos.

Os HDL São como Menores lipoproteínas encontradas não Organismo humano. São sintetizados cabelo Fígado e intestino, Sendo Compostos Por uma Associação entre Componentes lipídicos, fosfolipídicos e Proteínas. Como principais apoproteínas (Fração protéica fazer HDL colesterol) São Apo-AI e Apo-AII, Além de Apo-C e Apo-E. O HDL Carrega cerca de 20-35% do colesterol plasmático total Sendo o Responsável Pelo transporte reverso do colesterol (dos Tecidos Ao Fígado). Conhecido como “bom colesterol”, ê desejável that SEUS níveis Sejam O Mais Elevados Possíveis.

Níveis reduzidos de HDL estao Relacionados um hum Maior Risco de Desenvolvimento de Doença Cardíaca coronariana, Como Fator de Risco Independente, pois se associam fisiologicamente um menor Uma Deposição de lipídeos em placa ateromatosa. ASSIM Valores de 55 mg / dL parágrafo Homens e 45 mg / dL parágrafo Mulheres São considerados Ponto de corte parágrafo Risco cardíaco: Abaixo Deste Ponto há hum Risco Estatístico Crescente inversamente proporcional AOS níveis, e Acima, da MESMA forma, há Uma Condição “protetiva “doença Cardíaca para.

Valores aumentados: Manutenção periódica de Exercícios Físicos, OSU moderado de Álcool (em especial vinho e substancias contendo Antioxidantes), Tratamento de insulina, terapia de REPOSIÇÃO hormonal em Mulheres, dislipidemias (hiperalfalipoproteinemia familiarizado, hipobetalipoproteinemia familiarizado), se uso de certos Medicamentos (lovastatina, simvastatina, pravastatina, atorvastatina E SIMILARES, etc).

Diminuídos Valores: stress, obesidade, sedentarismo, historia familiar Tabagismo, diabetes mellitus, hipo e hipertireoidismo, Doença hepática, nefrose, uremia, Doenças crônicas e mieloproliferativas, dislipidemias (hipertrigliceridemia familiar hipoalfalipoproteinemia familiarizado), Doença de Tangier homozigota, Deficiência familiares de LCAT, deficiencia de familiares HDL e apolipoproteínas Associadas, se uso de certos Medicamentos (Esteroides, diuréticos tiazídicos, beta-adrenérgicos Bloqueadores, probucol, neomicina, fenotiazinas, etc).

COLESTEROL LDL

Jejum: 10 Horas

Uso: Avaliação de dislipidemias; Avaliação de Risco Para Doença coronariana.

Como lipoproteínas de baixa Densidade (LDL – lipoproteínas de baixa Densidade) São sintetizadas no Fígado, Sendo Responsáveis ​​Pelo transporte do colesterol a Partir do Fígado Tecidos Paragrafo periféricos OS.

Aumentados Valores: Risco de Doença Cardíaca coronariana, hipercolesterolemia familiares e hiperlipidemia combinada familiares e diabetes mellitus, hipotireoidismo, síndrome nefrótica, Insuficiência crónica renal, dieta hiperlipídica, Gravidez, mieloma Múltiplo, porfiria, anorexia nervosa, Uso de Medicamentos (anabolizantes Esteroides, Bloqueadores beta anti-hipertensivos, progestina, carbamazepina, Entre Outros).

Diminuídos Valores: Doença Crónica, abetalipoproteinemia, se se uso de estrogênios.

COLESTEROL VLDL

Jejum: 10 Horas

Uso: Avaliação de Risco cardíaco.

COAGULOGRAMA

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico diferencial de discrasias sanguíneas; Componente do Exame pré-operatório.

This prova de Triagem parágrafo coagulopatias inclui: Contagem des plaquetas, ritmo de sangramento, tempo de coagulação,  Sendo that a maioria dos Desvios da coagulação sanguinea PODE Ser rastreada POR ESTA prova (Ponto de Partida Para o diagnóstico clínico de Problemas da coagulação).

Valores Alterados geralmente São Associados um Defeitos pontuais não Mecanismo normais de coagulação. Testes Normais NÃO excluem a presence de patologias da coagulação, Primárias UO adquiridas.

CREATININA

Jejum: Não necessario

Uso: Avaliação da Função renal.

A creatinina E Produzida NAS Células a Partir do catabolismo da creatina (Componente de alto Conteúdo energético). O Processo se em grande PARTE musculares Dá NAS Células. A creatinina E ENTÃO Liberada Ao plasma Paragrafo sor posteriormente filtrada nsa glomérulos e excretada na urina. Pequenas quantidades de creatinina São secretadas no túbulo proximal, e quantidades Mínimas São reabsorvidas nsa túbulos distais Renais. O Equilíbrio Entre a Produção de creatinina, Uma massa muscular do individuo ea Função renal, Como concentrações plasmáticas Determina creatinina sérica da. Geralmente, a massa muscular e Como Produções de creatina e creatinina tendem a Ser Mais estáveis, Fazendo Desta determinação Um bom indicador da Função renal.

Valores aumentados: diminuição da Função renal (é necessaria Uma Perda da Função Cabelo em renal do Menos de 50% Para Que ocorra Elevação dos níveis de creatinina), obstrução do trato urinário, diminuição do aporte sanguíneo renal, desidratação e choque, intoxicação com metanol, Doenças musculares (rabdomiólise, gigantismo, acromegalia, etc.).

Diminuídos Valores: massa muscular diminuída, debilitação, Gravidez.

Interferentes: consumo de carne torrada em Grandes quantidades, Exercícios Físicos intensos NÃO habituais, Uso de Medicamentos nefrotóxicos UO Que alterem a excreção da creatinina NÃO glomerular Nível (cefalosporinas, cimetidina, trimetropim, Digoxina, aminoglicosídeos, ácido ascórbico, hidantoína, etc.).

CK

Jejum: Não necessario

Uso: marcador de lise celular parágrafo Músculos cardíaco e esquelético.

A enzima CPK E UMA geralmente Associada com um Regeneração fazer ATP em Sistemas contráteis Ou de transporte. Sua Função predominante ocorre NAS Células musculares, não Onde Está envolvida Estoque de creatina fosfato (Altamente energético). Cada ciclo de contração muscular Resulta em Uso de creatina fosfato, com Produção de ATP. Isto É Resulta em níveis relativamente Constantes de ATP muscular. A CPK E amplamente distribuida nsa Tecidos, com MAIORES Atividades encontradas na musculatura esquelética, Cardíaca e Tecido cerebral. Outras Fontes NAS Quais a CK ESTÁ Presente incluem bexiga, placenta, trato gastrointestinal, tireóide, útero, rins, pulmões, próstata, baço, Fígado e pâncreas.

Valores aumentados: infarto agudo do miocárdio, mixedema, distrofia muscular, estresse muscular, polimiosite, dermatomiosite, miocardite, epilepsia, rabdomiólise, Acidentes vasculares cerebrais, injeções intramusculares, Exercício extenuante, parto, APOS incisões cirúrgicas, hipertermia maligna, se uso de cocaína, elétrico choque.

Diminuídos Valores: hipertireoidismo, metastática neoplasia, COM Esteroides Terapia, Doença hepática alcoólica, Velhice e má Nutrição (POR massa muscular reduzida), artrite reumatoide, Gravidez, Uso de Medicamentos (fenotiazina, prednisona, etanólicos), Exposição a toxinas.

CK-MB

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de miocardiopatias, em especial o infarto agudo do miocárdio; monitoramento terapêutico.

A E UMA CK enzima primariamente muscular e cerebral, Que Existe em Três frações diméricas: CK-MM, CK-BB e CK-MB. A isoenzima MB, com massa molecular de cerca de 87 kD, Participa com cerca de 5-50% da Atividade totais de CK não miocárdio. E Um dos Marcadores de miocárdio Mais IMPORTANTES, com papel Bem estabelecido na confirmação de infarto agudo do miocárdio e nenhum monitoramento de terapia trombolítica. Em Casos de infarto agudo do miocárdio, SO Valores séricos Tipicamente sobem de 3-6 horas apos o Início dos síntomas, com picos between 12-24 horas, e retorno a Valores basais em carga de 24-48 horas. Embora antigamente se utilizasse uma Medição da Atividade da CKMB Apos uma inibição das demais isoenzimas, atualmente se Determina a CKMB massa, POR Ensaio imunométrico. O Uso de Padrões seriados de CKMB e Mais informativo fazer that Uma Única Tomada. O USO de valores ABSOLUTOS na Interpretação PODE Ser Fator de Confusão Para aqueles that utilizavam percentual de CKMB em Relação à CK total. Atualmente, utiliza-se hum Índice Relativo de CK (IRCKMB = CKMB POR unidades de CK * 100). Valores Superiores a 3.0 devem Ser Mais Bem avaliados.

Valores aumentados: APOS lesão muscular e Outras patologias Cardíacas, Além dos Casos de macro CK.

COPROLOGICO FUNCIONAL

Jejum: Não necessario

Uso: Estudo das funcoes Digestivas.

O Estudo comprises a Pesquisa de leucócitos, fungos, larvas, Resíduos Alimentares, pH, Desvios da flora bacteriana e Outras Reações Químicas.

Interferentes:

Fezes envelhecidas, mal conservadas . Contaminação com urina UO com vaso sanitário Água do.

Regime diferente do preconizado.

Ingestão de Alimentos NÃO especificados.

CURVA GLICEMICA

Normal : Diagnóstico de diabetes mellitus

FOSFATASE ALCALINA

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico diferencial de Hepatopatias e icterícias obstrutivas; diagnóstico de Doenças ósseas; diagnóstico do metabolismo mineral.

A fosfatase alcalina E UMA enzima da Família das zinco-metaloproteínas e TEM Como Função retirar hum hum de fosfato terminal de Éster fosfatado Orgânico. This enzima Funciona otimamente em hum ambiente alcalino. Isoenzimas POSSUI do cinco (óssea, hepática, intestinal, placentária e Regan), that aumentam periodos Durante ósmio de Crescimento, Doença hepática e obstrução fazer ducto biliar. A ocorre intestinais Atividade SOMENTE em indivíduos de grupo sanguíneo O TIPO OU A. Ocorrem aumentos fisiológicos não Crescimento e na Gravidez.

Aumentados Valores: Crescimento ósseo, cicatrização de Fraturas, acromegalia, osteogênico sarcoma, as metástases hepáticas ósseas OU, leucemia, mielofibroses, raquitismo UO osteomalacia, hipervitaminose D, Doença de Paget, hipertireoidismo, hiperparatireoidismo, pseudo-hiperparatireoidismo, ingestão Crónica de Álcool, biliares obstrução , cirrose, síndrome de Gilbert, hepatites, diabetes mellitus, citomegalovirose, o câncer gástrico, cancro do cólon, cancro de Fígado, cancro do pâncreas, cancro de pulmão, o câncer ósseo, o câncer de mama, pneumonias Virais, abscessos hepáticos, colecistites, colangites, obstrução biliar extra-hepática.

Valores diminuídos: Doença de Whipple, hipotireoidismo, Doença de Zollinger-Ellison, desnutrição protéica, Deficiência de vitamina C, osteodistrofia renal.

GLICOSE

Jejum: Obrigatório de 12 horas.

Interpretação:

Uso: diagnóstico e Acompanhamento de diabetes mellitus UO condições hiperglicêmicas; Diagnóstico de condições que levam hum Processos de hipoglicemia.

A glicose E Uma fonte Energética Primária Fazer Organismo. O Tecido nervoso Depende Exclusivamente Desta molécula Como fonte Energética (Não É Capaz de estocar carboidratos, NEM Transforma-lo a Partir de Outras Fontes), portanto Uma Concentração de glicose e Crítica na Manutenção da CAPACIDADE vital. A maioria dos carboidratos ingeridos ocorre na forma de glicogénio amido ou. Como amilases São encarregadas de digerir ESTA forma polimérica, Que É posteriormente metabolizada POR OUTRAS Enzimas Específicas, Paragrafo de Produção de Açúcares na forma de monossacarídeos. Açúcares OS absorvidos São intestino Nenhum e transportados Ao Fígado, Paragrafo posterior Conversão em glicose.

A glicose, AO Entrar na célula, E decomposta hum dióxido de carbono e Água, com Libertação de Energia, atraves de Três Diferentes vias enzimáticas (dependendo do Tipo E Celular Fazer o o seu status bioquímico). O Organismo Depende da Manutenção dos níveis extracelulares de Glicose em Uma Faixa relativamente Estreita, o Que É conseguido hum Partir da Ação de hum Mecanismo multiorgânico e relativamente Complexo, envolvendo hum Transformação de Compostos em glicose, SUA estocagem na forma de glicogénio ea decomposição de glicogénio em glicose funcional. A insulina EO glucagon São Compostos chave na Manutenção Deste Equilíbrio, Assim Como OUTRAS substancias endócrinas.

Valores aumentados: diabetes mellitus (Primária OU Secundária, insulino Dependente ou Não insulino Dependente), diabetes gestacional, ausencia de jejum, ESTADOS de stress, injeções de adrenalina, feocromocitoma, choque, anestesia, pancreatite aguda, infarto agudo do miocárdio, Dano cerebral, Acidentes vasculares cerebrais, trauma, Doença de Cushing, acromegalia, glucagonoma, Uso de Medicamentos (corticosteróides, estrogênios, alcool, fenitoína, diuréticos tiazídicos, propanolol), hipervitaminose A Crônica.

Diminuídos Valores: hipoglicemia reativa pós-prandial, pancreatite, insulinomas, hipoglicemia autoagressão, neoplasias, hipopituitarismo, Doença de Addison, hipotireoidismo, prematuridade, Recém-nato de Mãe diabética, hereditárias Doenças enzimáticas, desnutrição, alcoolismo, Uso de Medicamentos (insulina, sulfoniluréia , etc).

GLICOSE SOBRECARGA

Jejum: Obrigatório de 12 horas.

Interpretação:

Uso: diagnóstico e Acompanhamento de diabetes mellitus UO condições hiperglicêmicas; Diagnóstico de condições that levam hum Processos de hipoglicemia.

A glicose E Uma fonte Energética Primária Fazer Organismo. O Tecido nervoso Depende Exclusivamente Desta molécula Como fonte Energética (Não É Capaz de estocar carboidratos, NEM Transforma-lo a Partir de Outras Fontes), portanto Uma Concentração de glicose e Crítica na Manutenção da CAPACIDADE vital. A maioria dos carboidratos ingeridos ocorre na forma de glicogénio amido ou. Como amilases São encarregadas de digerir ESTA forma polimérica, Que É posteriormente metabolizada POR OUTRAS Enzimas Específicas, Paragrafo de Produção de Açúcares na forma de monossacarídeos. Açúcares OS absorvidos São intestino Nenhum e transportados Ao Fígado, Paragrafo posterior Conversão em glicose.

A glicose, AO Entrar na célula, E decomposta hum dióxido de carbono e Água, com Libertação de Energia, atraves de Três Diferentes vias enzimáticas (dependendo do Tipo E Celular Fazer oo o seu status bioquímico). O Organismo Depende da Manutenção dos níveis extracelulares de Glicose em Uma Faixa relativamente Estreita, o Que É conseguido hum Partir da Ação de hum Mecanismo multiorgânico e relativamente Complexo, envolvendo hum Transformação de Compostos em glicose, SUA estocagem na forma de glicogénio ea decomposição de glicogénio em glicose funcional. A insulina EO glucagon São Compostos chave na Manutenção Deste Equilíbrio, Assim Como OUTRAS substancias endócrinas.

Valores aumentados: diabetes mellitus (Primária OU Secundária, insulino Dependente ou Não insulino Dependente), diabetes gestacional, ausencia de jejum, ESTADOS de stress, injeções de adrenalina, feocromocitoma, choque, anestesia, aguda pancreatite, infarto agudo do miocárdio, Dano cerebral, Acidentes vasculares cerebrais, trauma, Doença de Cushing, acromegalia, glucagonoma, Uso de Medicamentos (corticosteróides, estrogênios, alcool, fenitoína, diuréticos tiazídicos, propanolol), hipervitaminose A Crônica.

Diminuídos Valores: hipoglicemia reativa pós-prandial, pancreatite, insulinomas, hipoglicemia autoagressão, neoplasias, hipopituitarismo, Doença de Addison, hipotireoidismo, prematuridade, Recém-nato de Mãe diabética, hereditárias Doenças enzimáticas, desnutrição, alcoolismo, Uso de Medicamentos (insulina, sulfoniluréia , etc).

GAMA GLUTAMIL TRANSFERASE – GAMA GT

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de Doenças hepáticas obstrutivas (especialmente nsa Casos Onde a fosfatase alcalina ESTÁ basalmente Elevada nsa Idosos, Crianças, gestantes e acometidos POR patologias ósseas, Exemplo POR); marcador auxiliar de alcoolismo crónico.

A gama glutamil transferase (gama GT) E UMA enzima envolvida na Transferência de hum Resíduo de gama glutamil Alguns peptídeos Pará Outros Compostos (Água, Aminoacidos e Outros peptídeos Menores). Fisiologicamente, Esta envolvida na Síntese protéica e peptídica, Regulação dos níveis teciduais de glutationa e transporte de Aminoacidos Entre Membranas.

E encontrada em varios Tecidos: rins, pâncreas, Cérebro e Fígado (Quase uma totalidade da gama GT corpórea ESTÁ Presente nsa hepatocitos). Sem Fígado, ESTA ESTÁ enzima localizada nsa canalículos das Células hepáticas e particularmente NAS Células epiteliais dos ductos biliares. Devido a ESTA Localização Característica, uma enzima Aparece em Elevada Quase Todas como desordens hepatobiliares, Sendo hum dos testículos Mais sensíveis não há diagnóstico destas condições. Nas Células fazer parênquima hepático, uma enzima E localizada Tipicamente não retículo endoplasmático liso, estando sujeita a Indução microssomal hepática e Fazendo dela hum marcador Sensível a agressões hepáticas induzidas POR Medicamentos e Álcool.

Devido AOS Efeitos do Consumo de Álcool nsa níveis de gama GT, Aceita-se este Como hum marcador de alcoolismo crónico Sensível (embora NÃO Seja um marcador Específico), especialmente QUANDO SEUS aumentos Não São acompanhados de aumentos de SIMILARES OUTRAS Enzimas hepáticas. Portanto, o SUA determinação Parece Mais Efetiva não fazer monitoramento Tratamento de indivíduos Já diagnosticados. Os níveis de gama GT usualmente retornam AO APOS normais de 15-20 dias da cessação da ingestão alcoólica, podendo elevar-se em Curto Prazo se uma ingestão alcoólica E Retomada.

Valores aumentados: Doenças hepáticas em Geral (hepatites agudas e crónicas, carcinomas, cirrose, colestase, as metástases etc.), pancreatite, infarto agudo miocárdio fazer lupus eritematoso sistêmico, patológica, obesidade, hipertireoidismo, ESTADOS pós-operatórios, carcinoma de próstata, OSU de Medicamentos hepatotóxicos OU capazes de ativar Indução enzimática (barbituratos, fenitoína, Antidepressivos tricíclicos, acetaminofeno).

Jejum: Obrigatório de 12 horas.

Interpretação:

Uso: diagnóstico e Acompanhamento de diabetes mellitus UO condições hiperglicêmicas; Diagnóstico de condições that levam hum Processos de hipoglicemia.

A glicose E Uma fonte Energética Primária Fazer Organismo. O Tecido nervoso Depende Exclusivamente Desta molécula Como fonte Energética (Não É Capaz de estocar carboidratos, NEM Transforma-lo a Partir de Outras Fontes), portanto Uma Concentração de glicose e Crítica na Manutenção da CAPACIDADE vital. A maioria dos carboidratos ingeridos ocorre na forma de glicogénio amido ou. Como amilases São encarregadas de digerir ESTA forma polimérica, Que É posteriormente metabolizada POR OUTRAS Enzimas Específicas, Paragrafo de Produção de Açúcares na forma de monossacarídeos. Açúcares OS absorvidos São intestino Nenhum e transportados Ao Fígado, Paragrafo posterior Conversão em glicose.

A glicose, AO Entrar na célula, E decomposta hum dióxido de carbono e Água, com Libertação de Energia, atraves de Três Diferentes vias enzimáticas (dependendo do Tipo E Celular Fazer oo o seu status bioquímico). O Organismo Depende da Manutenção dos níveis extracelulares de Glicose em Uma Faixa relativamente Estreita, o Que É conseguido hum Partir da Ação de hum Mecanismo multiorgânico e relativamente Complexo, envolvendo hum Transformação de Compostos em glicose, SUA estocagem na forma de glicogénio ea decomposição de glicogénio em glicose funcional. A insulina EO glucagon São Compostos chave na Manutenção Deste Equilíbrio, Assim Como OUTRAS substancias endócrinas.

Valores aumentados: diabetes mellitus (Primária OU Secundária, insulino Dependente ou Não insulino Dependente), diabetes gestacional, ausencia de jejum, ESTADOS de stress, injeções de adrenalina, feocromocitoma, choque, anestesia, aguda pancreatite, infarto agudo do miocárdio, Dano cerebral, Acidentes vasculares cerebrais, trauma, Doença de Cushing, acromegalia, glucagonoma, Uso de Medicamentos (corticosteróides, estrogênios, alcool, fenitoína, diuréticos tiazídicos, propanolol), hipervitaminose A Crônica.

Diminuídos Valores: hipoglicemia reativa pós-prandial, pancreatite, insulinomas, hipoglicemia autoagressão, neoplasias, hipopituitarismo, Doença de Addison, hipotireoidismo, prematuridade, Recém-nato de Mãe diabética, hereditárias Doenças enzimáticas, desnutrição, alcoolismo, Uso de Medicamentos (insulina, sulfoniluréia , etc).

GRUPO SANGUÍNEO + FATOR RH

Jejum: Não necessario

Uso: determinação da tipagem sangüínea fazer individuo, em Relação AOS principais Antígenos de membrana eritrocitária. Estes Dados poderão sor utilizados em Rotinas pré-natais OU condições transfusionais.

Os Resultados dizem Respeito à Presença de Proteínas de membrana eritrocitária dos Tipos A, B e D. ASSIM, E Possível o Encontro de Diferentes Situações: A (Rh positivo OU negativo), B (Rh positivo OU negativo), AB (Rh positivo UO negativo) e O (Rh positivo OU negativo). Todos Os testículos cuja determinação de Rh negativa resultar Serao testados parágrafo Du (Pesquisa de antígeno Rh de Reação “fraca”).

Embora a tipagem sangüínea obedeça um Técnicas classicamente utilizadas, raríssimos Casos PODEM determinar Resultados incorretos. ESTADOS Inflamatórios Agudos, Proteínas plasmáticas Anormais e Presença de autoanticorpos PODEM Estar Associados um Estes Casos.

HIV I E 2

Jejum: Não necessario

O agente etiológico da Síndroma da imunodeficiência adquirida (AIDS) E identificado vírus da imunodeficiência Como humana (HIV).

Anticorpos anti-HIV OS PRESENTES estao nsa Doentes infectados Pela AIDS e indivíduos assintomáticos infectados nsa cabelo HIV.

Apos a penetração do vírus de na célula POR Fusão com uma membrana, o núcleo viral se desintegra EO HIV transcreve o RNA em DNA Seu atraves da transcriptase reversa. O DNA viral PODE Permanecer no citoplasma OU Integrar-se genoma da célula Ao, soluçar de forma pró-vírus, latente POR ritmo Variável, replicando Toda vez Que uma célula Entra em divisão. A Estratégia de Sobrevivência do vírus HIV e A CAPACIDADE de Multiplicação Rapida EA CAPACIDADE de sofrer Mutações, Assim consegue desviar do Sistema imunológico.

Associados À Infecção VIH ocorrem Doenças oportunistas (pneumocistose, toxoplasmose, candidiase), neoplasias (sarcoma de Kaposi, linfomas B) e Complexo demencial.

Transmissão: Contato sexual, Exposição contaminados uma UO sangue Hemoderivados, Infecção pré-natal fazer feto OU Infecção perinatal fazer Recém-nascido de Mãe infectada.

HEMOGRAMA

Jejum: Não necessario

Uso: Avaliação Clínica Geral; Avaliação e diagnóstico de anemias, aplasias medulares, policitemias, Processos Infecciosos, leucemias / leucoses, trombocitose e trombocitopenia.

O hemograma E UMA das analyses Mais utilizadas na Prática médica, pois SEUS Dados gerais permitem Uma extensa Avaliação da Condição Clínica do Paciente. Embora NÃO Seja um teste Extremamente sensivel e especifico de para determinadas patologias, PODE Ser encarado Como hum Sinal sintoma e / ou, Integrante da Avaliação inicial do Paciente. Sem hemograma São avaliadas como Três Séries Celulares Componentes do sangue: eritrócitos, leucócitos e plaquetas, compondo o eritrograma, quadro leucocitário e plaquetograma.

Sem eritrograma, São Contados OS eritrócitos, São Medidas como concentrações de hemoglobina e hematócrito, São determinados OS índices hematimétricos (volume celular Medio, Concentração de hemoglobina corpuscular mídia, hemoglobina corpuscular média), Além da determinação do RDW, that indica um Variação fazer TAMANHO dos eritrócitos.

Não quadro leucocitário, Os leucócitos São Contados em Termos Gerais, Classificados em SENDO Uma contagem Relativa em Diferentes Populações (neutrófilos, eosinófilos, basófilos, linfócitos, monócitos), Segundo SUAS Características citológicas.

Sem plaquetograma, como plaquetas São Contadas e Seu TAMANHO Medio e Variações de determinados volumes de São Paulo (MPV e PDW).

Todas estas analyses São seguidas POR microscopia APOS Coloração parágrafo Avaliação das Características e / ou alterações morfológicas de Cada série. Dados de Estes EM Conjunto permitem indicativos Diagnósticos Que, Quando cruzados com os Outros Dados e / ou Resultados, São de extrema importancia clínica.

LDH

Jejum: Não necessario

Valores aumentados: proliferação de Células neoplásicas, infarto do miocárdio, anemias hemolíticas, anemias megaloblásticas, infarto pulmonar, Choque e intensos hipoxia, Doenças hepáticas (hepatite, alcoolismo).

Interferentes: hemólise +, – lipemia.

LÍTIO

Jejum: Não necessario

Uso: monitoramento dos níveis de litio em patients medicado com carbonato de litio (Monitorização Terapêutica fazer Lítio) .O Lítio na forma de carbonato de litio E USADO Como agente psicoativo não Tratamento de Doenças depressivas. A terapia de litio DEMANDA Uma Monitorização diaria dos SEUS níveis Até Que a Dosagem SEJA apropriada. Baixos níveis de litio sem soro (Quando em treatment) estao Associados a retenção fazer Lítio e altas dosagens com uma eliminação.

A Toxicidade fazer Lítio ocorre when OS níveis sanguíneos se tornam Superiores um 1,5mEq / L, podendo Ser sepultura com níveis Superiores a 2,0 mEq / L. Os síntomas de intoxicação POR Lítio incluem náuseas, vômitos, diarréia, sonolência, Fraqueza, ataxia, Visão borrada, poliúria, Confusão estupor, convulsões e coma.

LÁTEX (FATOR REUMATÓIDE)

Jejum: Não necessario

Uso: marcador Adicional sem diagnóstico e Avaliação de poliartrites inflamatórias.

Fator reumatóide (FR) E o termo Empregado parágrafo Definir autoanticorpos Humanos com especificidade Pará uma Porcão Fc de Moléculas de IgG. Estes São usualmente da classe IgM, mas Possível E SUA Presença na forma IgA OU IgG. PRESENTES estao sem soro da maioria dos patients com artrite reumatóide, tanto Que a Presença do Fator reumatóide e Um de dos criterios incluidos no Escore diagnóstico de artrite reumatóide do Colégio Americano de Reumatologia, Por Exemplo.

Um simples Presença de positividade parágrafo FR Não É diagnóstico de artrite reumatóide: são Necessários Outros Sinais PARA O Estabelecimento Deste diagnóstico. Indivíduos Idosos, em especial Mulheres, PODEM apresentar Títulos significativos de FR sem a presence de artrite reumatóide. Algumas neoplasias de Células B, Como mieloma Múltiplo, macroglobulinemia de Waldenstron e linfomas, leucemia linfocítica Além de Crônica PODEM apresentar Títulos significativos de FR. A Presença de Títulos Mais altos de FR PODE Ser Considerada Como marcador Prognóstico e de severidade da patologia. E Possível o desaparecimento destes Títulos, Bem Como a flutuação dos mesmos com o andamento do treatment UO Progressão da Doença autoimune. Otras patologias Associadas à Presença de Títulos significativos de São FR: síndrome de Sjögren, lúpus eritematoso sistêmico, esclerodermia, dermatomiosite, mononucleose infecciosa, sífilis, tuberculose, hepatites Virais, endocardite bacterianas, lepra, sarcoidose, leishmaniose e malária.

PESQUISA DE SANGUE OCULTO NAS FEZES

Jejum: Não necessario

Uso: Auxílio Ao diagnóstico de Lesões da mucosa gastrointestinal. CAUSAS MAIS Frequentes de sangramento das Porções Baixas fazer trato digestivo: colite, carcinoma de cólon, diverticulite. Causas de sangramento gastrointestinal superior: a gastrite, o câncer gástrico, úlcera péptica, varizes esofagianas. Interferentes (Resultados Falso-Positivos): ácido acetilsalicílico, Ácido ascórbico, salicilatos, Esteroides, ferro, dieta inadequada (carnes).

PARASITOLÓGICO DE FEZES

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de infestação POR Parasitas intestinais. Existem basicamente Duas CATEGORIAS de Parasitas intestinais: OS Protozoários e helmintos OS. Todos iniciam Seu Processo de infestação POR ingestão de cistos, ovos OU Formas maduras A Partir de Alimentos e Água contaminados OU Processamento de Alimentos com Mãos e materiais contaminados. Cada parasita apresenta Características Particulares de Infecção e Processos fisiopatológicos Específicos. A EA Prevalência Incidência das parasitoses parecem Estar Associadas Às condições Sócio-Econômicas da População avaliada. Geralmente uma solicitação de Exame parasitológico de e realizada Como Rotina OU A Partir de Apresentação de síntomas gastrointestinais (dor abdominal, diarréia, gases, etc.). Um simples Presença de Alguns Parasitas NÃO justifica o Quadro patológico (Entamoeba coli, Endolimax nana, iodamoeba butschlii e Outros Menos Frequentes), enquanto os Outros sempre merecem treatment (embora Alguns Autores sustentem that devem Ser Tratados de Todos os patients Que apresentem QUALQUÉR parasita detectável NAS fezes ). Clinicamente, E necessaria APENAS um Qualificação OU indicação de Presença / ausencia de Parasitas NAS fezes, Não havendo uma exigencia da Quantificação de Parasitas (MESMO de Taenia sp OU Schistosoma sp), dada a NÃO uniformidade do bolo fecal, Bem Como a inutilidade do dado . Amostras de fezes isoladas Que resultam negativas parágrafo a presence de Parasitas devem sor repetidas. Especialmente em Casos de infestação POR Giardia sp, algumas vezes E necessaria uma Avaliação de Até 6 Amostras, parágrafo perceber a Presença de SEUS cistos UO trofozoítos (sem Caso da giardíase e da amebíase existem analyses de imunodetecção de Antígenos NAS fezes, melhorando a Sensibilidade fazer teste). Como parasitoses PODEM estabelecer Quadros mórbidos especialmente IMPORTANTES em Sujeitos imunocomprometidos, Sendo as vezes necessaria uma solicitação de Pesquisa Específica parágrafo Cryptosporidium sp e Outros microsporídios.

PESQUISA DE OXIÚRUS-SWAB ANAL

Jejum: Não necessario

Coleta: Paciente DEVE comparecer no Laboratório para adquirir o Kit para coleta. (Fita gomada)

Uso: diagnóstico de enterobíase. O Enterobius vermicularis e Um helminto cuja infestação E Associada, Outros between, um prurido na Região anorretal. Sua Presença E diagnóstica, sugerindo-se treatment Para Todos OS indivíduos that o hospedem. A Coleta de swab anal com Fita adesiva e Mais Bem realizada Pela Manhã, pingos de banho OU defecação. Menos de 10% dos Pacientes infestados POR E. vermicularis apresentam ovos NAS fezes

PARCIAL DE URINA

Jejum: Não necessario

Coleta: Um parágrafo ideal Coleta Adultos E a Primeira urina da manhã, desprezando O Primeiro jato e coletando o jato Médio. Observe-se that para Crianças OU Adultos, na Urgência, o Exame poderá Ser Realizado com urina coletada APOS 2 a 4 horas a micção Ultima.

Uso: diagnóstico de Infecções urinárias, litíases, diabetes, hepatites, Insuficiência renal, etc. O Exame de urina e Um dos Mais Antigos testículos laboratoriais descritos na História da medicina, fornecendo Uma Ampla Variedade de Informações Úteis com Relação Às Doenças that envolvem OS rins EO trato urinário inferior. PoDE Ser USADO parágrafo elucidação diagnóstica de Distúrbios Funcionais (fisiológicos) e Estruturais (anatômicos) dos rins e trato urinário inferior, Bem Como Para Acompanhamento e obtenção de Informações prognósticas. São Vários OS Procedimentos envolvidos Pará uma Avaliação do Exame urina: Avaliação física, química, citológica e microbiológica.

PCR

Jejum: Não necessario

Uso: marcador de fase aguda de Processos Infecciosos OU Inflamatórios; seguimento terapêutico das Doenças reumáticas em Geral. Fator de Risco isolado de Risco coronariano. A Concentração plasmática Doenças aumenta EM fazer colágeno, neoplasias, pós-operatório, infarto do miocárdio em um e Doenças Infecciosas Agudas (pielonefrite Aguda) e crônicas. Na febre reumática, o Seu reaparecimento PODE Sugerir regularização do Processo; NAS vasculites sistêmicas, PODE servir de parametro parágrafo Acompanhamento fazer treatment. Estudos prospectivos TEM demonstrado that uma proteína C reativa (PCR) PODE Ser Usada Para predizer o futuro evento cardiovascular. Métodos com Alta Sensibilidade São Usados ​​Pará este Propósito. Concentrações aumentadas de PCR em precedem anos, antecipando O Primeiro evento coronariano OU cerebral em indivíduos de alto Risco. A PCR E usualmente dosada nsa LABORATORIOS CLINICOS POR imunonefelometria OU imunoturbidimetria, Métodos reprodutíveis, capazes de Medir a PCR COM Limites de detecção Baixos. Muito embora este limite de detecção SEJA Adequado Para um tradicional utilização clínica da PCR monitorando Uma Infecção, Torna-se Inútil parágrafo predizer Risco coronariano e Doença cerebrovascular, em População Aparentemente normal. A grande maioria dos ESTUDOS Originais Que examinaram um Utilidade clínica parágrafo predizer o futuro enfarto do miocárdio TEM USADO o PCR ultra-Sensível. Este Ensaio E Capaz De Medir concentrações de PCR Até 0,05 mg / dL. Estudos demonstraram that Mulheres Aparentemente Normais com concentrações de PCR> 0,21 mg / dL TEM 3 vezes Maior Probabilidade de enfarto do miocárdio e duas vezes Risco de Doença arterial Periférica, Quando comparadas com Outro grupo com concentrações de PCR <0,55 mg / L (OU <0,055 [/av_toggle] [av_toggle title='POTÁSSIO' tags=''] Jejum: Não necessario Uso: Avaliação do Equilíbrio hidro-eletrolítico. O Potássio corpóreo corresponde a 50 mEq / kg (> 95% intracelular). Uma Deficiência de 4-5 mEq / Kg ocorre parágrafo Cada Redução de 1 mEq / L da Concentração de Potássio sérico, Abaixo de hum nivel de 4 mEq / L. A hipocalemia PODE Ser DEVIDA a Redução da ingestão, Troca de Potássio não da célula interior, Perda de Potássio OU renal extra-renal Uma UO Combinação destes Fatores. Valores aumentados: diminuídos infusão Rápida de vitamina K. Valores: vômitos prolongados, diarréia, acidose tubular renal, Insuficiência renal, síndrome de Fanconi, aldosteronismo primário OU secundário, síndrome de Cushing, Administração de ACTH, cortisona OU testosterona. Interferentes: Bloqueadores adrenérgicos +, ácido aminocapróico +, angiotensina +, Agentes antineoplásicos +, cefaloridina +, ciclosporina +, Digoxina +, epinefrina +, heparina +, Lítio +, manitol +, metilcilina +, Agentes antiinflamatórios +, penicilina +, tetraciclina +, – adrenérgicos, aminoglicosídeos -, Aspirina -, Anfotericina -, carbenicilina, – diuréticos -.

SÓDIO

Jejum: Não necessario

Uso: Avaliação do Equilíbrio hidro-eletrolítico. Valores aumentados: Perda excessiva de Água atraves da pele, pulmões e rins (diabetes insípido, acidose diabética, síndrome de Cushing, coma, Doença hipotalâmica). Diminuídos Valores: diarréia, vômitos, abuso de diuréticos, pielonefrite crónica, acidose metabólica, acidose tubular renal, agente penetrante diurese, Insuficiência adrenocortical Primária e Secundária. Interferentes: Esteroides anabolizantes +, andrógenos +, carbenicilina +, clonidina +, corticosteróides +, estrógenos +, metildopa +, anticoncepcionais orais +, fenilbutazona +, reserpina +, bicarbonato de Sódio +, aminoglicosídeos -, anfotericina B -, angiotensina -, captopril -, carbamazepina -, diuréticos -, manitol -, alopurinol -, Agentes antiinflamatórios -, vasopressina

TRANSAMINASE OXALACÉTICA

Jejum: Não necessario

Uso: determinação de Dano celular do parênquima hepático; marcador de infarto agudo auxiliar do miocárdio e péricardite. A AST E principalmente originada a Partir do Coração, Fígado, musculatura esquelética, rins, pâncreas, baço, pulmão. Valores Muito Elevados sugerem hepatites OU OUTRAS Formas de necrose hepatocelular, podendo Ser encontrados em Tumores necróticos Grandes OU hipóxia, Insuficiência congestiva e choque. Elevações de AST NÃO explicadas devem sor investigadas. Aumentados Valores: (. Ex viroses hepatoespecíficas e NÃO hepatoespecíficas com acometimento hepático) Doenças hepáticas [necrose Ativa fazer parênquima, Doença biliar extrahepática, congestão, Cardíaca Insuficiência, cirrose, biliar obstrução, neoplasia Primária OU metastática, granulomas, isquemia hepática, eclampsia, drogas hepatotóxicas], Doenças músculo esqueléticas (injeções intramusculares, mioglobinúria), infarto agudo do miocárdio, aguda pancreatite, Dano intestinal (ex. Cirurgia, infarto), infarto pulmonar, infarto cerebral, Neoplasmas cerebrais, infarto renal, queimaduras, intoxicações, hemolíticas anemias, distrofia muscular de Duchenne de, trauma, choque, hipotireoidismo. Diminuídos Valores: azotemia, crónica renal diálise, ESTADOS de Deficiência de piridoxal fosfato (ex desnutrição, Gravidez, Doença hepática alcoólica.). Valores Normais: angina pectoris, Insuficiência coronariana, péricardite. Interferentes: stress muscular +, + heparina, salicilatos +, + opiáceos, tetraciclinas +, isoniazida +, + lipemia, hemólise +, + oxacilina, ampicilina +, uremia -, metronidazol -, progesterona +, + Esteroides anabolizantes.

TRANSAMINASE PIRÚVICA

Jejum: Não necessario

Uso: determinação de Dano celular do parênquima hepático; Avaliação das Hepatopatias. A GPT E encontrada predominantemente no Fígado e em Menores quantidades nenhuma borda, Coração e músculo esquelético, Sendo Menos Sensível that um GOT Pará uma Avaliação de hepatopatia alcoólica. Aumentados Valores: necrose celular hepática de QUALQUÉR causa, severo choque, Cardíaca Insuficiência, anoxia aguda (ex: estado asmático), trauma extenso, hepatite infecciosa e tóxica, obstrutiva icterícia, biliar obstrução, cirrose, carcinoma hepático, miosite, miocardite, distrofia muscular , Doenças hemolíticas, trauma moderado muscular, abuso crónico do Álcool, filariose, queimaduras Severas, pancreatite severa. Diminuídos Valores: azotemia, crónica renal diálise, ESTADOS de Deficiência de piridoxal fosfato. Interferentes: stress muscular +, salicilatos +, tetraciclinas +, isoniazida +, lipemia +, hemólise +, andrógenos +, etanol +, metotrexato +, Esteroides anabolizantes +, fenobarbital +, quinidina +, ácido valpróico +, metildopa -, Dopamina -.

TRIGLICERÍDEOS

Jejum: 10 a 12 Horas 

Uso: diagnóstico e Acompanhamento de dislipidemias; Avaliação de Amostras lipêmicas não Laboratório. Os triglicerídeos São Moléculas compostas de Uma molécula de glicerol com Três Moléculas de Ácidos graxos, saturados that PODEM SER UO insaturados. Triglicerídeos OS ocorrem em animais e Vegetais; em Humanos PODEM Ser provenientes de Fontes exógenas, POR ingestão OU POR endógenas Síntese primariamente hepática. Tem Como Função permitir AO ORGANISMO uma estocagem de Moléculas COM Longas Cadeias de Carbono, Úteis em Processos de Formação de Energia em Estados de jejum prolongado. Estas Moléculas Altamente Energéticas Constituinte de 95% das Gorduras estocadas nsa Tecidos, Sendo transportadas há NAS plasma lipoproteínas (VLDL, LDL e quilomícrons). QUANDO OS triglicerídeos São metabolizados, SEUS Ácidos graxos São liberados, havendo Fornecimento de energia, enquanto SUA Porcão glicerol E reciclada Para uma Formação de Outros triglicerídeos. A Manutenção dos níveis plasmáticos de triglicerídeos Depende de Uma série de Fatores metabólicos e Orgânicos, Sendo reconhecido that, apos a ingestão de Gorduras, SUAS concentrações encontram-se em níveis Elevados. Como concentrações séricas de triglicerídeos devem Ser avaliadas Levando-se em consideração that SEUS níveis São Extremamente Variáveis, Sendo that determinações separadas Por Um UO Dois dias PODEM resultar Muito Diferentes. Portanto, Valores Elevados devem confirmados SER em ocasiões posteriores. Os níveis de triglicerídeos Não São normalmente encarados Como Fatores de Risco Independentes parágrafo Doença Cardíaca coronariana. Aumentados Valores: dislipidemias (Deficiência de lipoproteína lipase, Deficiência de Apo-CII, hipertrigliceridemia familiar disbetalipoproteinemias), Doenças hepáticas, xantomas, pancreatite, síndrome nefrótica, Doenças de estocagem, hipotireoidismo, diabetes mellitus, alcoolismo, gota, Gravidez, Doenças agudas, Uso de Medicamentos (certos contraceptivos orais, em altas dosagens estrogênios, betabloqueadores, hidroclorotiazida, Esteroides anabolizantes, corticosteróides). Certos Valores estao Associados a algumas condições (até 250, Não Associado um estado patológico Nenhum; 250-500, Associado à Doença vascular Periférica; superiores a 500, um Associado Risco de pancreatite; superiores a 1000, um Associado hiperlipidemias, especialmente tipo I e V, Risco de pancreatite; superiores a 5000, um Associado xantoma eruptivo, arco corneal, lipemia retinal e hepatoesplenomegalia). Diminuídos Valores: abetalipoproteinemias, desnutrição, alteração em Hábitos dietéticos Recentes (especialmente regimes), Perda de peso Recente, Exercício vigoroso e Uso de Medicamentos (Bloqueadores de Receptores alfa-1). Hipertrigliceridemia ESTA Associada COM o Uso de diuréticos (tiazidicos) e adrenérgicos beta.

TROPONINA

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico do infarto do miocárdio A troponina e Um Complexo de Três Proteínas, Que regula a interação da miosina com a actina não contrátil Processo: a troponina T (liga o Complexo de um tropomiosina), a troponina C (liga o Cálcio não Início da contração) ea troponina I (um inibidor Que bloqueia uma Concentração na ausencia do Cálcio). Sem infarto do miocárdio, o aumento da troponina Cardíaca ocorre em paralelo com o CKMB (porem com Valores MUITO MAIS Elevados). Este aumento E prolongado, permitindo uma detecção do infarto do miocárdio MESMO 10 dias apos o Início dos síntomas. A troponina I aumenta 2 a 6 horas apos o infarto do miocárdio, retornando AOS níveis Normais SOMENTE 7 a 10 dias apos o Início dos síntomas. A Associação entre troponina I, mioglobina e CKMB forma hum PERFIL PARA O diagnóstico satisfatório EO monitoramento do infarto do miocárdio.

VDRL

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico e acompanhamento da terapêutica em pacientes com sífilis. São obtidos títulos elevados (>1/32) nas fases primárias ou secundárias da doença, tendendo a se normalizar após o tratamento. Títulos baixos (1/1, 1/4) podem permanecer após o tratamento, caracterizando uma cicatriz sorológica. No líquor, um resultado VDRL reagente quase sempre indica uma infecção sifilítica passada ou presente no sistema nervoso central. Resultados positivos devem ser interpretados com cautela, visto que resultados falso-positivos podem ser observados em outras patologias (ex: doenças autoimunes) e em algumas condições fisiológicas (ex. gravidez). Esta condição é mais rara quando se utilizam testes treponêmicos

VHS-VELOCIDADE DE HEMOSSEDIMENTAÇÃO

Jejum: Não necessario

Uso: Avaliação e Controle de Processos Inflamatórios e neoplásicos. A Velocidade de hemossedimentação (VHS) E diretamente proporcional Ao peso agregado celular, e inversamente proporcional à área da Superfície. Micrócitos OS sedimentam com lentidão Maior Que OS macrócitos, that possuem Menores Relações between área da Superfície / celular volume. A VHS TEM Três Estágios. Nsa Primeiros 10 Minutos ocorre Pouca sedimentação (VAO SE OS Formando rouleaux). Durante cerca de 40 Minutos ocorre a sedimentação (NUMA Velocidade constante), diminuindo nºs 10 Minutos Finais (como Células se comprimem nenhuma Fundo do Tubo de Ensaio). E uma Medida da Velocidade de Separação between como hemácias plasma eo, that POR Ser Menos denso, favorece a sedimentação dos Globulos Pela Ação da Gravidade. A Presença de Fatores plasmáticos OU PODE eritrocitários Change uma Velocidade de hemossedimentação (Estes Fatores afetam Direta OU indiretamente o grau de empilhamento dos eritrócitos). O VHS e Um dos testículos laboratoriais Mais Antigos AINDA em uso. Sua Utilidade VEM decrescendo, à Medida that were Sendo desenvolvidos methods Mais Específicos de avaliação das Doenças. E Um teste Sensível, porem Pouco Específico. A VHS TEM Pouca valia na Triagem de patients assintomáticos parágrafo Estados de Doença; habitualmente uma História EO Exame físico Irão Colocar em Evidência uma causa de VHS Elevada. Valores aumentados: Doença inflamatoria Ativa (ex: artrite reumatóide), Infecções crônicas, Doença fazer colágeno, Doença neoplásica

TAP

Jejum: Não necessario

Uso: Controle terapêutico de Anticoagulantes orais; Avaliação da Função hepática e desordens de coagulação. Devido Às Diferenças de Sensibilidade das tromboplastinas obtidas em Diferentes Fontes, E Recomendada Uma padronização, utilizando-se Uma tromboplastina de Referência mundial (INR – International Normalização Ratio). Os patients that utilizam Anticoagulantes orais, em fase stable de anticoagulação, PODEM Ser monitorados de hum MoDo Mais racional e seguro, utilizando este parametro

URÉIA

Jejum: Não necessario

Uso: Avaliação da Função renal. A uréia E UMA das principais substancias nitrogenadas fazer Organismo, Sendo sintetizada não Fígado A Partir de CO2 e Amônia, provenientes da deaminação de Aminoacidos. O Composto E o diretor PRODUTO de excreção do metabolismo protéico. APOS SUA Síntese, E Liberada na sanguinea Corrente, rins OS seguindo comeu, ONDE E AO filtrada Pelos plasma glomérulos. A maioria da uréia filtrada E excretada na urina, porem Até 40% PODE Ser reabsorvida POR Difusão passiva Durante a Passagem Pelos túbulos Renais. A Quantidade reabsorvida Depende fazer Fluxo urinário e do Estado de hidratação do individuo. Pequenas quantidades de uréia São excretadas cabelo trato gastrointestinal e Pelé. Os níveis plasmáticos de uréia São mantidos Por Um Equilíbrio Entre perfusão e Função renal, Conteúdo protéico da dieta e catabolismo protéico. A uréia, embora Menos Específica parágrafo Função renal fazer that uma creatinina, e Mais Sensível a alterações Iniciais da Função renal, Sendo Importante marcador nestas condições. Aumentados Valores: Insuficiência renal Crônica aguda OU, Insuficiência cardíaca congestiva, desidratação severa, choque, catabolismo protéico aumentado (hemorragia não gastrointestinal trato, infarto agudo do miocárdio, stress, Neoplasmas, ingestão excessiva de Proteínas), Perda muscular, Uso de Medicamentos (tetraciclinas com Uso de diuréticos, Por Exemplo). Diminuídos Valores: Gravidez (Segundo Trimestre), diminuição do consumo de Proteínas, se uso de REPOSIÇÃO de Fluidos intravenosa, Insuficiência hepática severa, infância, SIADH, acromegalia, desnutrição, certos Medicamentos (Hormônios anabolizantes, cloranfenicol, estreptomicina).

WALLER ROSE

Jejum: Não necessario

Uso: diagnóstico de artrite reumatóide. A Reação de Waaler Rose (Sheep teste de aglutinação celular) utiliza eritrócitos de carneiro revestidos com imunoglobulina de coelho. O teste de aglutinação (látex OU nefelometria) e Mais Sensível (70-85% de resultados Positivos parágrafo artrite reumatóide um, enquanto that uma Reação de Waaler Rose Detecta 60-70% de positividade parágrafo MESMA uma doença), porem Menos Específico that um Reação de Waaler Rose (Onde 90% dos Resultados Positivos São verdadeiros).